Especial Dia dos Namorados 'Flawless' • Fotografia & Vídeo

18 fevereiro 2017 Nenhum comentário

Para comemorar do dia de S. Valentim, eu e a Martinha do blog Flawless juntámo-nos e aos nossos blogues e projetos, e decidimos fazer uma sessão fotográfica especial de Dia dos Namorados. Ora, nos sabemos que o lançamento oficial das fotos e do video já vem tarde, mas já diz o velho ditado: antes tarde do que nunca!

Ora fiquem estão com o video - filmado por mim, editado pela Marta - e com as fotos da sessão.



Para veres estas e outras fotos, visita o blog da Marta, Flawless, ou a minha página de facebook profissional.


Links • 5 Coisas Para Ler Quando Não Há Nada Para Fazer #2

16 fevereiro 2017 Nenhum comentário


Não são raras as vezes que dou por mim desesperada por algo de interessante para ler na net - ou fazer, ou ver, ou ouvir. Ora porque preciso de fazer uma pausa no trabalho/estudo, ou porque estou a procrastinar, ou porque estou num tempo morto e não sei como o ocupar. Enfim, não importam as razões - todos nós temos aqueles momentos em que queremos passar o tempo e não sabemos como. Bem, a Rafaela veio ao vosso resgate e reuniu uma série de links/artigos para todos os gostos e feitios, que podem ler nesses tempos.


Nota: os títulos são links. Podem clicar!
O título é um pouco auto-explicativo. É uma reflexão sobre a forma como são impingidos padrões até na forma como devemos namorar, sobre nos snetirmos bem connosco próprios e sobre a tal dependência de outros. Deixarei apenas uma citação muito boa do texto, e deixo para vocês lê-lo: "[...]eu sugiro sempre desconstruir a crença de que uma pessoa só é completa quando tem sua cara metade. Isso é a mais pura mentira, e de extrema nocividade. Acredito que todo ser humano é completo em si e deve encontrar a felicidade em plenitude única e exclusiva consigo mesmo. A partir do instante em que você é capaz de ser feliz sozinho, possivelmente, você permitirá que seus relacionamentos sejam mais saudáveis e terá menor dependência emocional da outra pessoa".

Foto: RS Photo and Design // Só porque é bonitinha

"Em reuniões de família (ou na escola) quem falava que queria seguir um caminho mais artístico era levado com a mesma seriedade do garoto que dizia que queria ser jogador de futebol. Por isso antes mesmo de tentar, eu desisti. [...] O custo disso foi a minha satisfação. Matei minha vontade de realização pela praticidade, pelo dinheiro garantido todo mês e pelo apartamento em um bairro bom. Não que eu odeie o que já conquistei, mas não era isso que eu queria. "

"O que acontece também é que, quando estamos na rua sozinhas e vemos um homem chegando perto de nós, não há como discernir se ele é ou não um abusador — então, consequentemente, pensamos no pior e tentamos fugir. E por que? Por que essa é nossa forma de se defender? Sabemos que é chato generalizar, mas o que acontece é que precisamos disso para sobreviver. Diante de uma sociedade da qual a vítima é culpada e julgada, da qual o agressor sai impune, nós temos todo o direito de ter este medo. É o reflexo da cultura do estupro."

E TU, TENS ALGUMA SUGESTÃO DE ARTIGO QUE ACHES QUE DEVIA ESTAR AQUI? DEIXA-O ABAIXO E TALVEZ APAREÇA NO PRÓXIMO POST.


101 Coisas em 1001 Dias • Pessoal

12 fevereiro 2017 Nenhum comentário
Design. Canva

O site oficial do projeto parece ter desaparecido do mapa, mas, resumindo: faz-se uma listinha de 101 coisas que gostaríamos de fazer, e tenta-se cumpri-la em 1001 dias. Bastante simples!

De: 12 fevereiro 2017 até 10 de novembro de 2019

legenda:
verde e rasurado - feito
laranja e sublinhado - em andamento
vermelho e itálico - desistido

  1. Escrever o tal livro que já ando para escrever há anos
  2. Fazer um curso de fotografia (fora da faculdade...)
  3. Perder peso e depois manter (meta: 60kg até ao meio de 2017)
  4. Parar de procrastinar e gerir melhor o meu tempo
  5. Aprender a conviver com pessoas e não querer estar sempre sozinha
  6. Doar sangue
  7. Pintar o cabelo de rosa, roxo, azul...
  8. Terminar a licenciatura sem deixar nenhuma cadeira por fazer
  9. Ver mais documentários (1-2 p/ mês durante três meses - um/dois/três)
  10. Parar de deitar-me tarde e começar a levantar-me mais cedo (deitar às 23h e levantar às 07h durante 1 mês - um/dois/três)
  11. Começar a fazer exercício físico pelo menos 2x por semana (durante 3 meses - um/dois/três)
  12. Aprender a cozinhar a sério
  13. Desfazer-me de todas as pessoas que me fazem mal
  14. Aprender a dizer 'não'
  15. Ser menos exigente comigo própria e com os outros
  16. Fazer algo fora da minha zona de conforto
  17. Viajar mais
  18. Aprender uma nova língua
  19. Ir a um concerto de algum artista de que eu realmente gosto
  20. Conhecer alguns amigos pessoalmente
  21. Ir a uma convenção de anime/j-coisas (sem ser a Coimbra BD)
  22. Ser mais arrumada
  23. Fazer uma maratona de Senhor dos Anéis + O Hobbit
  24. Comprar livros em segunda mão
  25. Cortar definitivamente a carne vermelha da minha alimentação
  26. Reduzir os doces da minha dieta
  27. Criar e imprimir cartão de visita
  28. Fazer, no mínimo, vinte sessões fotográficas por ano (2017/2018/2019)
  29. Voltar ao Starbucks
  30. Ler uma média de 40 livros por ano (2017/2018/2019)
  31. Fazer um ou dois piercings
  32. Fazer dois segundos furos (e talvez terceiros)
  33. Encontrar os óculos de sol perfeitos pra mim
  34. Encontrar os óculos graduados perfeitos pra mim
  35. Começar uma segunda licenciatura ou um mestrado
  36. Encontrar emprego na área em que estudo
  37. Aprender a gostar de legumes
  38. Comer mais fruta (1 p/dia)
  39. Ler alguns clássicos da literatura
  40. Investir em mais equipamento fotográfico
  41. Investir numa câmara profissional
  42. Fazer uma tatuagem
  43. Fazer dois ou três workshops
  44. Ter um cato (e não o deixar morrer)
  45. Continuar a fazer voluntariado
  46. Criar um portefólio decente
  47. Interessar-me por algum desporto - e praticá-lo
  48. Comer mais comida vegetariana
  49. Ler livros em inglês (três por ano) (2017/2018/2019)
  50. Conseguir ter e manter unhas bonitas
  51. Comer comida coreana
  52. Ter um aniversário que fique marcado pela positiva
  53. Organizar, pelo menos, três jantares na faculdade
  54. Estabelecer profissionalmente a minha marca
  55. Conseguir fazer um desafio popsugar completo (2017/2018/2019)
  56. Jogar RPG a sério
  57. Comprar um moleskine verdadeiro com capa de pele
  58. Aprender alguma coreografia de kpop
  59. Ter 10 long-fics concluídas (um/dois/três/quatro/cinco/seis/sete/oito/nova/dez)
  60. Conhecer algum escritor que admiro
  61. Ir a mais palestras e seminários
  62. Ter um álbum fotográfico físico
  63. Ver todos os filmes de Star Wars
  64. Perder o medo de conduzir
  65. Usar regularmente protetor solar
  66. Aprender a fazer bom contouring
  67. Ganhar algum concurso
  68. Ser mestre no illustrator e no photoshop
  69. Dominar decentemente o premiere
  70. Fazer unhas de gel/acrílico
  71. Ir a uma Feira Medieval a sério
  72. Transferir as coisas importantes do e-mail secundário para o principal
  73. Manter os e-mails organizados
  74. Fazer backup do computador, no mínimo, de 3 em 3 meses (2017/2018/2019)
  75. Ver a minha irmã a entrar na faculdade
  76. Ler livros sobre a minha área
  77. Comprar/receber uma paleta de sombras decente
  78. Manter as sobrancelhas arranjadas
  79. Encontrar o corretor de olheiras ideal
  80. Beber muito mais água
  81. Fazer eu própria a minha agenda anual (2017/2018/2019)
  82. Fazer mais auto-retratos
  83. Ir acampar
  84. Estabelecer uma boa rotina diária de cuidado da pele
  85. Parar de beber sumos (máximo 2x por mês)
  86. Ter uma balança em casa
  87. Ter uma bolsa para organizar decentemente a maquilhagem
  88. Tirar outro 19 nalguma cadeira na faculdade
  89. Andar mais a pé e fazer mais caminhadas (1x p/semana p/ 3 meses - um/dois/três)
  90. Organizar toda a minha papelada
  91. Fazer uma limpeza no guarda fatos
  92. Cancelar todas as newsletters e subscrições irritantes e inúteis dos e-mails
  93. Ter um mealheiro
  94. Ir para algures fora de Portugal
  95. Estar mais vezes com a Aléxia (e passar as férias com ela pelo menos uma vez)
  96. Estar com a Mónica em pessoa (e talvez nas férias também)
  97. Aproveitar as férias e não ficar a mofar em casa
  98. Viver pelo menos duas ou três aventuras
  99. reservado para o futuro
  100. reservado para o futuro
  101. Cumprir pelo menos 50 destas coisas


Laboratório de Fotografia #4: Fotografia Noturna • Dicas

09 fevereiro 2017 Nenhum comentário
Design. Canva


1. Há pouca luz, e tens de a compensar

Sem flash, dificilmente conseguirás trabalhar neste meio. Sim, há muitas luzes - é isso que torna um clube diferente de outros sítios com música -, mas não há muita Luz.  Pode-se usar esse facto a nosso favor, ou pode-se procurar contornar o problema. O flash é extremamente importante e fundamental, por mais que se domine o ISO e a abertura.

FotoRS Photo and Design para Tutti Club

2. As pessoas estão sempre a mexer-se e é difícil andar entre elas

Ser fotógrafo neste tipo de ambientes requer que também demos uns passinhos de dança - ao desviarmo-nos das pessoas. A sério, às vezes é cada manobra que uma pessoa tem de fazer para se desviar de um cigarro, ou de uma bebida prestes a entornar, ou apenas passar pelo meio das pessoas.


3. O teu equipamento está sempre em risco

Passar a noite a verificar que a lente não está riscada, evitar que as pessoas lhe toquem, ter pequenos ataques de pânico de cada vez que alguém bate nela ou quando aquela bebida quase se entorna para cima da câmara... Não é fácil gerir esse stresse e manter a câmara em segurança ao mesmo tempo. Sem mencionar que as pessoas não estão propriamente sóbrias e nunca se sabe o que é que alguém pode deliberadamente fazer (há histórias de arrepiar qualquer fotógrafo).

4. As pessoas não estão muito lúcidas...

... e tens de lidar com elas à mesma. Eu não sei o que é pior: ser uma pessoa normal no clube, ou ser fotógrafa. Porque de uma forma ou de outra, tem de se lidar com pessoas fora da sua mente. A diferença é que, sendo fotógrafo, chama-se muito mais à atenção e isso, meus caros, torna-nos num alvo muito óbvio. Eles vão tentar ser o centro das atenções, vão oferecer-se para fazer o teu trabalho por ti, tão pedir para tirar uma selfie contigo, vão até tocar-te na máquina (NÃO. FAÇAM. ISSO) e vão fazer todo o tipo de piropos/cantadas mais absurdos. E podem até mesmo chegar a persegui-te a noite inteira, ao ponto de te fazer questionar se deves mesmo continuar a ser educado/a ou dizer-lhe para te deixar em paz. De uma forma ou de outra, eles vão estar sempre lá.


5. Obstáculos

Chão molhado, cotovelos, cigarros, vidros no chão, coisas misteriosas que se agarram aos pés... A lista é interminável. Eu já perdi conta às vezes em que me espetaram um cigarro no braço ou entornaram bebidas para cima de mim (uma vez, até para cima da minha máquina). Também perdi conta das vezes em que quase escorreguei no chão molhado (chão pegajoso é mau, mas ao menos não há tendência para cair nele). Também há aqueles braços marotos que insistem em vir para os nossos ombros, e algumas vezes até cheguei a ser abraçada por desconhecidos. Faz tudo parte. 


FotoRS Photo and Design para Tutti Club

  • Extra: Diversão!

A parte de fotografar não é a mais difícil - lidar com as pessoas e com os obstáculos, sim. É possivelmente das poucas áreas da fotografia onde fotografar, propriamente dito, não é a parte mais difícil. Mas ainda assim, dá para aproveitar a noite e divertirmo-nos enquanto o fazemos. Manter o espírito positivo e tentar curtir a música (mesmo que não seja o nosso estilo), trocar umas palavras com as pessoas mais simpáticas, ou dar a conhecer o nosso trabalho - essas são coisas por que vale a pena suportar a parte difícil do trabalho.


 
Layout base desenvolvido por Michelly Melo. Design e alterações por Rafaela Silva.